Observatório Nacional de Recursos Humanos

Apresentação

Em que consiste o Observatório Nacional de Recursos Humanos (ONRH)?

Na génese e gestão do ONRH encontra-se uma parceria sólida estabelecida entre entidades com experiência e valências complementares: a APG – Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas, a APQ - Associação Portuguesa para a Qualidade, a Qmetrics - Serviços de Consultoria, Gestão e Avaliação da Qualidade e da Satisfação, SA, e a QUAL – Formação e Serviços em Gestão da Qualidade, Lda., que constituíram um consórcio que procura desenvolver com a isenção, a credibilidade e o rigor necessários o projecto do ONRH.

Criado em meados de 2002, pretende estimular a recolha, tratamento, organização e comparação dos resultados obtidos ao nível das pessoas por um número crescente de organizações aderentes a este projecto em Portugal.

Este observatório permite desenvolver um sistema de avaliação e compreensão dos factores conducentes à satisfação, lealdade e envolvimento dos colaboradores, baseado num conjunto de indicadores disponibilizados periodicamente. Podem assim definir-se referenciais legítimos de comparação de valores e resultados centrados nos colaboradores, tendo por base parâmetros relevantes contemplados em modelos de satisfação dos colaboradores, referenciais da qualidade e excelência.

Assente numa metodologia rigorosa e científica de recolha e tratamento da informação, o tratamento estatístico avançado que é efectuado a partir dos dados obtidos em cada organização permite identificar de um modo muito pragmático domínios concretos de intervenção prioritária e implementação de acções de melhoria, convertendo assim a avaliação da satisfação dos colaboradores numa poderosa e eficaz ferramenta de gestão.

Quais são os principais objectivos do ONRH?

O sistema de avaliação desenvolvido no seio do ONRH permite em particular:
  • Conhecer os níveis de satisfação, motivação, envolvimento e de lealdade dos colaboradores das organizações, em termos globais e dentro de vários subgrupos relevantes;
  • Conhecer (em termos de relações de causa-efeito) e quantificar os principais determinantes da satisfação;
  • Comparar os dados relativos às variáveis estudadas com valores agregados de referência para todas as organizações portuguesas aderentes ao ONRH. Pode-se deste modo evidenciar o posicionamento relativo de uma determinada organização, de forma global e nas diferentes vertentes alvo de estudo, face aos valores médios, mínimos e máximos alcançados no universo de participantes no Observatório;
  • Efectuar análises detalhadas dos resultados obtidos, incluindo sugestões relacionadas com possíveis áreas de melhoria identificadas.